Vinho Espumante Branco Espanhol Cava Jaume Serra Brut

(Cód. Item 34584219) | Em estoque.

Preço:
R$ 79

em até 12x de R$ 7,44

Entrega rápida via TransportadoraCalculo do Frete no Checkout

Devolução grátis. Você tem 7 dias a partir da data de recebimento.
Compra garantida, receba o produto que está esperando ou devolvemos o dinheiro.

Descrição

Descrição Curta

Descrição Curta Vinho Espumante Cava Jaume Brut Branco

Vinho: Vinho Fino branco Seco

Uvas: Macabeo; Parellada; Xarel-lo; Chardonnay

Região: Alt Penedés

Graduação Alcoólica: 11,5%

Análise Sensorial

Olfato: Notas frutadas e florais. A casta Macabeo acrescenta os toques florais, enquanto a Parellada traz também aromas de maçã e cítricos.

Visual: Amarelho palha, com perlagem vertical e bolhas pequenas. característico dos Cavas. Visual límpido.

Paladar: Tem uma boa acidez, trazida pela Xerel-lo, a Chardonnay também presente encorpa um pouco o vinho.

Harmonização: Bom acompanhamento para pratos leves como comida japonesa e frutos do mar. Mas também é muito adequado para pratos típicos espanhóis que pedem uma limpeza do paladar, principalmente os que contém peixes e frutos do mar.

Temperatura de Serviço: 7°C

Notas técnicas

Fabricação: A vinícola responsável pela produção do cava Cristalino Jaume Serra Brut foi fundada 1943 pelo distinto enologista Jaume Serra Guell. É localizada dentro da área de Denominação de Origem Controlada de Penedés, no estado da Catalunha, próximo ao litoral mediterrâneio, distante cinquenta quilômetros de Barcelona. A vinícola iniciou sua produção de vinhos no ano de 1947, passando por reformas em 1984 e 1997, quando foi adquirida pela família García Carrión. Os vinhedos estão localizados na subregião de Alt Penedés, a uma altitude de 800 metros. O clima nessa região é mediterrâneo, com temperaturas médias anuais elevadas. O solo é argiloso e arenoso, rico em calcário. Ali são cultivadas as castas espanholas tradicionais Macabeo, Parellada e Xarel-lo, além da Chardonnay. O cava Cristalino Brut é produzido a partir do método tradicional (champenoise), e passa por mínimo nove meses em contato com as leveduras, onde adquire parte de seus aromas característicos. De coloração límpida e brilhante, o cava Cristalino Brut possui perlage fino e abundante. Apresenta um equilibrado sabor frutado e fresco, com aromas florais característico de suas variedades de uvas. É o acompanhante ideal para frutos do mar, peixes de carne branca e salmão defumado.

Envelhecimento: Envelhecimento de 9 meses.

 

 

 

Enólogos: Engs. Hans e Anna Jorgensen

Sem dúvida, um produtor diferente no Alentejo. Cortes de Cima é uma propriedade familiar localizada a oito quilômetros da Vidigueira. Hans Kristian Jorgensen nasceu na Dinamarca, morou na Malásia, sua esposa Carrie é californiana e residem nesta propriedade agrícola desde 1988. A área demarcada da Vidigueira é tradicionalmente produtora de castas brancas. Antes de iniciar a plantação das vinhas em 1988, Hans e Carrie consultaram a Universidade de Davis nos EUA. O seu famoso Departamento de Enologia os aconselhou, contudo, em função do clima, a plantar apenas castas tintas.

 

A maior aposta foi a casta portuguesa Aragonez, seguida pela internacional Syrah. Tem também pequenas quantidades de outras castas portuguesas, como Trincadeira, Touriga Nacional e Castelão, assim como um pouco de Cabernet Sauvignon e Petit Verdot. O Dr. Richard Smart, conhecido consultor australiano de viticultura, foi contratado e implantou o seu sistema de capota elevada de trepadeira, que permite uma circulação extra de ar, o que evita o desenvolvimento de fungos, aumenta a exposição ao sol das videiras, dando uma maior concentração de cor, aroma e sabor às uvas. Nos primeiros anos de produção, as uvas foram vendidas a terceiros. Em 1996 decidiram produzir o seu próprio vinho e construíram uma adega no meio das vinhas.

 

 

vinhas da vinícola cortes de cima

Cortes de Cima

Saiba mais

A experiência com a Syrah foi pioneira no Alentejo e anterior à aprovação como vinho regional pela CVR Alentejo. Isso resultou no primeiro vinho “ilegal”, o Incógnito, produzido em 1998, que ganhou notoriedade e elogios em Portugal e medalhas de ouro em Londres, Bruxelas e Bordeaux. Os vinhos deste produtor combinam as melhores técnicas e tecnologias do “Novo Mundo”, com os sabores das uvas portuguesas bem amadurecidas.

 

Adicionar ao carrinho

Quem viu, também comprou

Produtos que você viu recentemente